Kirah van der Lemon

Kirah van der Lemon

Kirah van der Lemon é o nome artístico de Alexandre Felix, estudante de Publicidade, fotografo profissional (e amador) especializando em shows e eventos sociais. Aspirante a cineasta e fã de filmes B começou a fotografar com 12 anos após ganhar uma câmera digital de seu pai, mas o amor incondicional pela fotografia veio à partir do momento que teve contato com a fotografia analógica.

  

 

Ney Couteiro

Ney Couteiro

Músico e produtor musical. Além de um refinado compositor por formação, é Mestre em música pela UFG. Foi autor das fotos das capas dos Cds dos cantores Yara de Mello, Luiz Augusto, Pedro Oliveira, Diones Correntino e de seu mais recente trabalho Trilha, Veredas e Outros Caminhos, entre outros. Fez cobertura de fotos e videos dos shows do projeto Goiania Canto de Ouro 2013; shows e peças de teatro. Foi still do curta metragem Dia de Ira, de Amarildo Pessoa. Em novembro passado teve sua primeira exposicão individual, realizada em Goiânia com o nome “Sacrário”, com fotos de igrejas e motivos religiosos de várias cidades do estado de Goiás, repetida em 2014 em Nerópolis (GO). Em 01/2014, registrou as paisagens quase intocadas das cidades Soure, Cachoeira do Arari e Salvaterra, na Ilha do Marajó, e de Igarapés e praias em Curuçá, no Pará, trabalho este, “Recanto das Águas”, agraciado no projeto “Portfólio em Foco” da iPhoto Editora, especializada em fotografia. Em 05/2014, participou da exposição coletiva “Mãe: a renovadora e reveladora do mundo” e no FICA 2014 (Festival Internacional de Cinema do Meio Ambiente) com a exposição coletiva “Restos de Nós”, promovida pelo Fotoclube Olhares do Cerrado, no qual participa. Teve 3 fotos selecionadas para o “IV Salão Nacional de Fotografia de Araraquara de 2014” e para o “Mês da Fotografia 2014” com o tema “O Feminino e a Fotografia”, em Brasilia. 

 

André Luiz Machado

André Luiz Machado

Formou-se em composição e canto pela UFG, e é mestre em Composição de Música para Cinema e TV pela Universidade de Bristol, na Inglaterra. Tem atuado principalmente como compositor de trilhas sonoras no Brasil e no exterior, e como professor de música, ministrando aulas de orquestração e arranjo no CEP Profissional em Artes Basileu França e canto em sua escola Art Music.  Desde a sua primeira viagem descobrindo as belezas da América do Sul em 2009, virou um amante da fotografia. Estudou com Cidinha Torres na Canopus Escola de Fotografia, em preparo para uma viagem à Patagônia Argentina em 2011. Em seus ‘mochilões’ a inspiração fotográfica se revela como um todo, buscando sempre retratar diferentes culturas e exóticas paisagens urbanas e naturais que se desvelam à sua volta.

  

Girlaydy Costa Silva

Girlaydy Costa Silva

Apaixonada pela fotografia iniciou seu primeiro contato com essa interface quando ainda criança. Não de forma direta, mas se recorda quando trocava a brincadeira de casinha pelas buscas de monóculos no baú de sua avó e passava horas a admirar a imagem. Passados longos anos o desejo pelo registro foi se intensificando, adquirindo sua primeira câmera marca Kodac  aos 18 anos, ali parte dela se completava, claro que sem nenhum conhecimento técnico. Formada em designer gráfico teve seu primeiro contato técnico com a fotografia reforçando em si o desejo de aprofundar e mergulhar nesse universo. A fotografia hoje é para ela o seu equilíbrio que permite sempre uma busca por conhecimento e entrega.

  

Hugo Oliveira

Hugo Oliveira

Amante da natureza, começou cedo a desbravar as serras do interior de Goiás, de onde desenvolveu uma relação especial com o cerrado brasileiro. Goiano, atualmente servidor público federal, iniciou contato com a fotografia ainda na adolescência, usando câmeras fotográficas analógicas para registrar suas trilhas e aventuras. Em 2011, iniciou a busca bibliográfica por todos assuntos relacionados a fotografia. Em novembro de 2014, começou a vender suas produções fotográficas na internet. Atualmente, vem trabalhando no aprimoramento técnico e conceitual de suas fotografias para lançar-se em projetos maiores.

  

Cecília Oliveira

Cecília Oliveira

Presidente do Fotoclube.

Especialista em Políticas Públicas e Mestre em Educação pela UFG. Servidora Pública de Profissão. Ingressou no mundo da fotografia em 2011, realizando o Curso Profissional. Após, buscou aperfeiçoamento participando de eventos, workshops e realizando estudos sobre Arte e Fotografia. Já realizou diversas Exposições coletivas em Goiás e participou de diversos Salões e Bienais de Arte Fotográfica no Brasil. Ministrou workshops sobre Composição Fotográfica, Fotografia de Crianças, Fotografia como Arte e outros. Atualmente tem aprofundado seus estudos na temática da Fotografia como Arte Contemporânea e realizado trabalhos sob essa perspectiva.

  

 

Agno Santos

Agno Santos

Licenciatura em Filosofia-PUC GOIAS. Curso de fotografia na Escola Estúdio. Amante da fotografia e das muitas outras linguagens visuais. Inspiração absorvida nas epifanias cotidianas, assim como cinema, pintura, gravuras, etc. Se identifica muito com cenas jornalísticas, retratos, flagras; fotos de paisagem e objetos. Tem fotos admitidas nos principais salões de arte e fotografia do país. Um olhar atento e sensível às cenas mais comuns.

  

 

Ricardo Sanchez

Ricardo Sanchez

Mineiro de nascimento, paulista de criação, técnico em eletroeletrônica e fotografo em construção. A arte foi, desde sempre, refúgio e ferramenta de questionamentos. Meus heróis sempre se dedicaram a ela e nela vejo sentido pra vida. Publicitário de formação, tive o primeiro contato com a fotografia analógica durante o curso, um longo tempo se passou quando em 2010 comprei uma DSLR e mergulhei de cabeça na fotografia, buscando recuperar o tempo perdido, fiz diversos cursos, workshops, visitas a exposições, galerias, feiras e festivais, além de ser leitor compulsivo de livros e revistas e sites relacionados ao tema. Já fotografei diversos segmentos, como eventos, books, moda, retratos, natureza, mas o que eu mais me dedico é a fotografia urbana, tendo diversos projetos em andamento, a cidade e as atividades humanas são pra mim, fontes intermináveis de inspiração.

  

Edilson Borges

Edilson Borges

Engenheiro da Computação e fotógrafo desde 2011, comecei a me interessar pela área da fotografia em 2009, ao presenciar amigos fotógrafos manuseando equipamento e a ler / ver um pouco mais sobre fotografia. De lá pra cá, fiz vários cursos, workshops, além de estudar por conta própria. Na área profissional, atuei em eventos sociais de 2012 à 2015 e no ramo publicitário de 2013 até a presente data. Sou membro do Coletivo Fotográfico Olhares do Cerrado desde fevereiro de 2014 e mantenho o site olharesdocerrado.com.br. No YouTube, sou criador do canal Sobre Foto, onde dou dicas de técnicas de fotografia.

  

 

Teo Neto

Teo Neto

Bacharel em direito pela UFG e Auditor Fiscal da Receita Estadual. Canhoto e esmeraldino verde bandeira. Ator e musico frustrado, poeta maldito e paranóico. A fotografia veio como terapia e tornou-se hobby sério sem ser sisudo. Fascinado pela noite, tem na fotografia noturna sua arte e desafio. Paisageiro por paixão e devoção, técnico por necessidade, tem nas paisagens, especialmente as noturnas, uma investigação sobre sentimentos e o ser humano em sua luta pela doma da natureza.

  

 

Raí Costa

Raí Costa

Goiano vivendo em Brasília (há 23 anos). Analista de TI, Fotógrafo, DJ, Interior Designer e sonhador. 42 anos. Libriano típico: Justo e elegante. Paixões: família, amigos, música, culinária, viagens, arquitetura, design, fotografia, cinema e gatos. Câmera: Canon 7D – Ensaios fotográficos de grávidas, famílias, festas e viagens e registros quase diários do cotidiano da Capital Federal, que eu amo. As pessoas me inspiram, encontros, cotidiano, arquitetura e natureza, ou seja, a VIDA! Fotógrafo que me inspira: Antanas Sutkus, mas a fotografia é uma paixão antiga, registro meus amigos e família desde a primeira LOVE, lá nos anos 80.

  

Maria Anísia

Maria Anísia

Professora de Literatura por formação (Letras Vernáculas) e fotógrafa por opção. Iniciei meus estudos na área fotográfica em 2000, quando me matriculei no Curso Básico de Fotografia no SENAC. Em 2001/2002 cursei os cursos de Aperfeiçoamento e Avançado na Casa da Fotografia. No ano 2004 ingressei no Clube da Objetiva onde permaneci por 9 anos. Em 2014, juntamente com mais 5 amigos, fundamos o Fotoclube Olhares do Cerrado. Amo fotografar gente, eventos sociais, cidades e a natureza. Minha referência na área de fotografia é Sebastião Salgado. O que me motiva na fotografia é poder registrar o que me fascina de uma forma diferenciada, com técnicas avançadas e muita beleza. Hoje meu objetivo é comprar novos equipamentos, realizar inúmeros cursos, adquirir livros da área e fotografar, com precissão,  “rastros de estrelas”. Nestes anos dedicados a fotografia, participei de inúmeras exposições e tive várias fotos selecionadas em concursos regionais e nacionais.

  

 

Francisco de Oliveira

Francisco de Oliveira

Brasileiro. Goiano. Casado. Graduado em Licenciatura em Educação Musical pela UFG (Universidade Federal de Goiás). Certificado no Curso de Fotografia Profissional Digital pelo SENAC – GO. Atua como fotógrafo profissional em Eventos, Casamentos, Festas infantis, Ensaios fotográficos etc. Alguns trabalhos realizados poderão ser vistos no site pessoal e no facebook.